capa.jpg

Hidrogénio: uma oportunidade estratégica para o país

O ano de 2019 ficou marcado pela discussão pública das propostas iniciais dos Planos de Energia e Clima para o período 2021-2030, apresentados pelos países da União Europeia, tendo como principal objetivo a intensificação do compromisso de descarbonização destas economias. Nas versões finais destes Planos os gases renováveis merecem especial destaque e o Hidrogénio surge como o elemento central na estratégia de transição energética.


Alinhado com a estratégia Europeia, Portugal ocupa a 6ª posição nos países com maior nível de incorporação de renováveis, sendo que a grande aposta nacional reside na produção e na incorporação de volumes crescentes de hidrogénio verde, uma vez que se trata de um portador de energia com elevada densidade energética, o que lhe permite ser uma solução para processos industrias intensivos, armazenar energia produzida através de fontes renováveis e possibilitar o surgimento de outros combustíveis de base renovável.


O Hidrogénio surge assim como um pilar sustentável e integrado numa estratégia mais abrangente de transição para uma economia descarbonizada.

Keyboard and Mouse